Localização

O Baixo Sul é formado por 15 municípios, localizados no leste do estado da Bahia. Cerca de 360 mil pessoas vivem na região por meio da agricultura diversificada enquanto que nas áreas litorâneas, da pesca e do turismo. Com uma condição natural ímpar, o território do Baixo Sul é um mosaico de Áreas de Proteção Ambiental (APA), sendo constituída por cinco delas: Guaibim, Caminhos Ecológicos da Boa Esperança, Tinharé/Boipeba, Pratigi e Camamu. 

Aliada ao patrimônio natural, a região dispõe de patrimônio arquitetônico e cultural com valor histórico para o Brasil: casarões, igrejas, conventos e fortaleza. Bumba-meu-boi, Terno de Reis, Terno de Rosa, Esmola de São Benedito ou Lindo Amor e o Zambiapunga são algumas manifestações folclóricas características da região. 

Por essas razões, o Baixo Sul se transformou em um dos mais relevantes destinos ecoturísticos da Bahia, reunindo pontos conhecidos em âmbito nacional e internacional, como Morro de São Paulo, Boipeba, praia do Pratigi e Barra Grande. O clima agradável, com grande precipitação pluviométrica (de 2200 a 3000 mm anuais) e temperaturas de 21ºC a 31 ºC, confere um ambiente favorável ao cultivo de mandioca, cacau, cravo, dendê, borracha, palmito, piaçava, guaraná e pimenta-do-reino.

Contrapondo-se à exuberância natural, à rica história, ao valioso patrimônio cultural e à larga potencialidade econômica, ainda existe a pobreza da população no litoral e interior. A Fundação Odebrecht vem contribuindo para reverter esse quadro e foca na consolidação de um modelo de desenvolvimento e crescimento integrado com sustentabilidade, capaz de tornar próspera e dinâmica uma área rural com grande potencial ambiental, fixando os jovens talentos no campo.
 

Parceiros